Pra negociar

5 vantagens de comprar seu imóvel direto com o proprietário


Comprar um imóvel é uma das decisões mais difíceis que podemos tomar, por envolver não só um investimento grande, como também por ser uma aquisição muito bem pensada, uma vez que é um bem que levamos para (praticamente) toda a vida.

Por isso, é necessário avaliar e pesquisar muito bem as opções, para que você não tenha dores de cabeça e conte com a maior ajuda possível na hora de comprar seu imóvel.

Leia também:
Onde morar em São Paulo? Conheça os 8 bairros mais desejados pelos paulistanos
Como usar o FGTS para financiar meu imóvel?
Quais documentos você precisa para compra e venda de imóvel

Na hora de comprar um imóvel, você pode contar com a ajuda de um corretor ou imobiliária para intermediar a negociação, mas pagando pelos serviços profissionais disponibilizados.

Ou então você tem a opção de comprar imóvel direto com o proprietário, com algumas vantagens, mas com pontos importantes para ter atenção.

Confira os detalhes abaixo:

5 vantagens de comprar seu imóvel direto com o proprietário

1. Mais economia

A negociação pelos meios tradicionais possui taxas comuns praticadas pelo mercado (de 6 a 8%), e gastos invisíveis, como a obtenção e regularização da documentação, que podem chegar a 5% do valor do imóvel.

Sem as taxas de intermediação e de serviços praticadas pelo mercado, proprietários podem oferecer valores mais acessíveis ao negociar diretamente com o vendedor.

É claro que isso não é regra, mas o comum é que a comissão e taxas sejam embutidas no valor pedido pelo imóvel, para compensar os gastos que o proprietário teria.

2. Maior poder de negociação

Com a negociação direta, os ruídos na comunicação diminuem, e você tem mais poder de persuasão, por conversar de igual para igual com o proprietário.

Além disso, como um consumidor 3.0 muito bem informado, você tem ao seu dispor centenas de milhares de páginas e serviços com as informações que precisa para pesquisar valores disponíveis no mercado, avaliar vantagens e desvantagens na compra, realizar uma boa negociação e evitar possíveis dores de cabeça.

Isso aumenta seu poder de negociação, podendo discutir com mais facilidade valores, condições de pagamento, possibilidade de financiamento e outros pontos do contrato que lhe forem convenientes.

5 dicas para preparar seu imóvel para visita | Tá em Casa
Comprar imóvel direto com o proprietário te dá mais poder de negociação

3. Permitido por lei

Não há lei que obrigue que a compra e venda de imóveis necessite de intermediação. Pelo contrário: ela só determina que, caso realmente haja intermediação, ela precisa ser feita por um profissional corretor de imóveis ou imobiliária, devidamente registrado no Creci (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) competente da sua região.

Dessa forma, caso você prefira vender ou comprar imóvel direto com o proprietário, não há impeditivos legais para tal, desde que você tenha atenção principalmente com o Código do Consumidor e o Código Civil na hora de elaborar o contrato de compra e venda.

4. Maior disponibilidade de imóveis

Procurando imóveis com intermediários, você está sujeito a disponibilidade de anúncio ou da carteira de clientes do corretor ou da imobiliária. Sendo assim, nem sempre os imóveis que você procura estão listados em um só lugar e, muitas vezes, para obter comissão, é possível que te ofereçam imóveis que você não esteja interessado.

Procurando por anúncios criados pelo proprietário, você tem mais chances de encontrar as características que procura em um só lugar.

5. Mais flexibilidade

Negociando diretamente com o proprietário, você tem mais flexibilidade para discutir o valor da entrada e a possibilidade de oferecer bens como parte do pagamento.

Você pode, por exemplo, um veículo como parte do pagamento, um imóvel como entrada ou até a permuta entre o seu imóvel e o que deseja adquirir.

Outra possibilidade é, em caso de problemas no pagamento ou de atrasos, você pode conversar diretamente com o proprietário e resolver da melhor forma possível. Claro, desde que dentro da lei e cumprindo o que foi determinado no contrato.

Mas e os cuidados a tomar?

Como qualquer transação, a compra de imóveis também tem pontos que merecem atenção redobrada antes fechar negócio. Selecionamos abaixo os principais tópicos para você se assegurar que a aquisição do seu novo imóvel não se transforme em uma dor de cabeça.

Documentação

Antes de assinar qualquer contrato, dar qualquer sinal ou até mesmo negociar valores, solicite a documentação completa do imóvel e do proprietário, para garantir que você não está se metendo em uma furada.

Com a documentação completa, você consegue verificar com certeza que:

  1. O vendedor realmente é proprietário do imóvel
  2. Não há processos na justiça envolvendo o imóvel
  3. Não há empecilhos ou o imóvel não serve como garantia para nenhuma dívida (que poderia se tornar um problema após a compra)
  4. Não há dívidas vinculadas ao imóvel (IPTU, contas de luz, gás, telefone ou até pendências com o condomínio)

Você pode conferir quais são os todos os documentos necessários para a compra e venda de imóveis no post completo aqui no Tá em Casa.

Ruídos na comunicação

Como em toda negociação, podem acontecer desentendimentos ou falhas na comunicação, que podem trazer desconfortos ou até mesmo problemas. Os principais desentendimentos costumam acontecer por conta da falta de clareza nas conversas, na descrição das condições de pagamento e de valores.

Por isso, sempre que possível, registre as condições da negociação por escrito (seja e-mail, mensagem ou em papel) e elabore um contrato de compra e venda detalhado, assunto que abordamos mais abaixo.

Contrato e garantias

O contrato de compra e venda é o documento que define os valores, condições de pagamento e detalhes da transação. Por exemplo, é ali que serão determinados o valor da entrada, as taxas de juros em caso de atraso e data da entrega das chaves do imóvel.

E, mais importante do que isso, é ele que transfere legalmente a propriedade de um imóvel de uma pessoa para outra. Por isso, ter um contrato detalhado é essencial para o sucesso do negócio, mesmo que pareça cautela excessiva.

O ideal para não ter problemas é ter ajuda de um advogado especializado em direito imobiliário. Afina, é ele quem elabora o contrato e lavra a nova escritura em cartório, por exemplo.


Se você quer ter acesso à milhares de imóveis para comprar direto com o proprietário, mas com segurança em todo o processo, você pode contar com a Casafy!

Aqui, todos os imóveis e seus proprietários têm suas documentações verificadas. E você ainda conta com equipe jurídica especializada em todo o processo!